Home > Notícias > Bola Colorida > Bola Colorida e Rede Ex Aequo em Intercâmbio Juvenil na Quinta das Conchas

Bola Colorida e Rede Ex Aequo em Intercâmbio Juvenil na Quinta das Conchas

Entre as várias atividades previstas do Bola Colorida, uma das nossas preferidas são as ações de intercâmbio juvenil. A ideia é promover encontros de jovens em que o futebol de rua é apresentado enquanto ferramenta de capacitação e desenvolvimento social. O encontro é composto por uma formação básica sobre o que é o futebol de rua, um treino prático e um lanche partilhado, fomentado-se a aprendizagem entre pares.

Estando previstos três encontros, o primeiro realizou-se no dia 16 de março, com a Rede Ex Aequo – Associação de Jovens LGBTI e Apoiantes, no jardim da Quinta das Conchas. Foi incrível!

Quinta do Cabrinha, Horta Nova e rede ex aequo encontraram-se para um debate animado. A rede deu o pontapé de partida, explicando o que é a associação e a comunidade LGBTI+. Numa conversa em que xs jovens da rede perguntavam mais e xs jovens do Bola Colorida eram mais pensadores e opinadores, o diálogo foi sendo conduzido para desconstruir e fazer desaparecer preconceitos, estereótipos, ideias feitas. Uma mensagem importante deixada pela rede ex aequo: hoje, em Portugal, ainda muitxs jovens são discriminadxs por causa da orientação sexual ou identidade de género, sendo vítimas de homobitransfobia. É dever de todxs impedir que continue a acontecer, denunciando agressorxs e protegendo as vítimas. Foi uma conversa descontraída, bem disposta, franca e pedagógica.

Depois, e como já estava tudo com o bichinho da bola em ânsias, saltamos para o relvado, vestimos os coletes e fomos jogar futebol de rua! Não sei se repararam, o equipamento Bola Colorida (proposto e votado pelos jovens da Horta Nova e do Cabrinha) foi estreado e fez tanto sucesso que até o pessoal da rede quis experimentá-lo. E toda a gente jogou: a avó Mena do Cabrinha, o João condutor da We Hate Tourism Tours (que muito gentilmente nos levou até às Conchas), até a grande Mister Ana Paulos, que supostamente só lá estava para ajudar, não conseguiu resistir a uma bela defesa de guarda-redes. O jogo foi de tal forma intenso que quando o apito final soou, toda a gente saltou para a toalha de piquenique!

Gratxs a quem participou e apoiou este convívio! Podem encontrar o álbum de fotografias aqui.

O próximo convívio intercultural já está marcado: será no dia 9 de abril, com o Centro de Jovens e Crianças Refugiadas. Quem aproveita a boleia?


Veja Também